Energia solar residencial: vale a pena investir e instalar os painéis?

4 minutos para ler

Há pouco tempo, somente a indústria e algumas empresas de grande porte tinham acesso à energia solar. Porém, com a evolução tecnológica, os custos baixaram. Hoje, cada vez mais proprietários de imóveis instalam painéis solares em seus telhados. Mas será que vale a pena investir na energia solar residencial? Isso é o que pretendemos responder!

Descubra, a partir de agora, como funciona esse tipo de serviço, as vantagens e desvantagens de sua instalação, os custos, o tempo de retorno do investimento e, claro, os principais cuidados que você deve tomar!

Como funciona a energia solar?

Basicamente, o sistema fotovoltaico consiste no posicionamento de placas com sensibilidade à luz no telhado. Elas são capazes de capturar os fótons (rios solares), que são convertidos por um sistema em pulsos elétricos, com cargas de 110v ou 220v, configuradas de acordo com a sua região.

Essa tecnologia segue evoluindo rápido. Assim, muitas placas já ganharam uma sensibilidade capaz de gerar pequenos fluxos de energia em dias nublados. Além disso, o investimento necessário para a aquisição, a instalação e a manutenção dos equipamentos segue caindo, ficando mais acessível à população.

Quais as vantagens e as desvantagens da energia solar residencial?

Para você descobrir se vale a pena investir em energia solar residencial, separamos as principais vantagens e desvantagens dessa decisão. Assim, será possível fazer a sua própria análise. Confira!

Vantagens

Ao gerar a própria energia, você não fica mais dependente da rede elétrica pública, podendo continuar as suas atividades normalmente, mesmo diante de apagões na cidade.

Se você é uma pessoa que se preocupa com o meio ambiente e busca um estilo de vida mais sustentável, também ficará satisfeito, pois a energia solar é limpa. Ou seja, é uma fonte renovável e inesgotável que não gera poluentes.

Outra grande vantagem é que, no médio e longo prazo, o custo da energia deve baixar bastante em comparação com o consumo pela rede pública. Dessa forma, você pode usar mais aparelhos eletrônicos, sem se preocupar com altas contas no fim do mês.

A valorização do imóvel e os incentivos ao financiamento dessa tecnologia também são vantagens que não podem ser ignoradas.

Desvantagens

Apesar de o custo ter baixado, ele ainda é relativamente alto, exigindo um projeto individual para cada necessidade. A eficiência do sistema também é considerada uma desvantagem, pois fica entre 15% e 25%.

Ademais, como o silício é uma matéria-prima importante na fabricação dos painéis solares, a alternativa perde um pouco da sustentabilidade, pois ele depende da mineração, que pode contaminar a água e o solo subterrâneo.

Outra desvantagem é a falta de um programa mais amplo de descarte ecologicamente correto e de reciclagem dos materiais após o fim da sua vida útil. Eles apresentam grande potencial poluidor e tóxico, o que demanda preocupação.

Quanto custa instalar um sistema de energia solar em casa?

O valor do investimento depende do tamanho da estrutura, da complexidade da instalação e dos níveis de geração de energia. Além disso, existe a questão da concorrência, já que um mesmo projeto pode variar de preço e qualidade no mercado.

Porém, podemos dar uma média. Uma casa pequena, com 2 moradores, demanda um sistema de 1.32kWp de potência, que custa aproximadamente R$11 mil. Já uma casa maior, com 4 ocupantes, precisa de um sistema mais potente, de 3.3kWp. Aí o preço fica na faixa de R$20 mil.

Considerando que no primeiro ano é possível ter uma economia de até R$4 mil e nenhum custo com manutenção, o investimento pode render mais que a poupança, retornando entre 8% e 18% ao ano. Dessa forma, é possível retornar o capital investido em aproximadamente 60 meses.

Quais cuidados você deve ter?

Sempre verifique a reputação da empresa fornecedora dos equipamentos, a qualidade dos materiais utilizados, o atendimento prestado, a capacidade técnica do suporte (instaladores e profissionais de manutenção) e as garantias oferecidas. Isso será fundamental para realizar um investimento seguro e satisfatório.

As desvantagens dessa tecnologia estão sendo resolvidas aos poucos e, considerando as vantagens, podemos afirmar que vale a pena investir em energia solar residencial. Então, use essas informações para identificar as melhores oportunidades!

Gostou das dicas? Aproveite para descobrir também o que um seguro com assistência residencial cobre!

Posts relacionados

Deixe um comentário