Confira 5 itens de revisão de veículos que precisam ser observados

4 minutos para ler

A revisão de um automóvel deve ser vista não como um gasto a mais no orçamento, e sim como um investimento em segurança e prevenção de acidentes. Além disso, ela ajuda a economizar, pois solucionar problemas por falta de manutenção acaba saindo mais caro depois. Portanto, é importante conhecer os principais itens de revisão de veículos!  

Entre os transtornos mais comuns causados pela falta de revisão estão a perda de desempenho e o alto consumo de combustível. Isso sem contar a diminuição no valor de mercado do automóvel na hora da revenda.

Então, se você não quer perder dinheiro, conheça os 5 itens de revisão que devem ser bem analisados e garanta as boas condições do seu veículo. Boa leitura!

1. Suspensão

É importante ficar atento aos barulhos no veículo, pois ruídos ou batidas mais secas podem mostrar que há problemas na suspensão. É necessário que os amortecedores estejam com a pressão bem regulada para assegurar estabilidade. E lembre-se de dar uma atenção especial aos possíveis vazamentos e às buchas.

2. Freios

Já pensou no perigo de passar por uma pane no freio do veículo ao dirigi-lo? Sem dúvidas, o freio é um dos sistemas mais relevantes do automóvel — por isso, também é um item indispensável na revisão. Jamais aguarde aquele famoso barulho metálico para fazer a manutenção do freio, certo?

Procure verificar o sistema regularmente, fazendo a troca das pastilhas, do disco e de outros elementos no período determinado pelo fabricante do automóvel. Além disso, fique atento ao fluido de freio, pois ele deve ser trocado uma vez por ano.

3. Pneus

Há muito buraco e irregularidades nas ruas e nas estradas do Brasil. Por isso, é uma missão quase impossível manter o alinhamento e o balanceamento dos pneus, sendo necessário fazê-los de forma constante.

Os procedimentos precisam ser feitos pelo menos a cada 10 mil quilômetros rodados. Quer saber se o veículo está desalinhado? Faça um teste simples! Acelere até 60 quilômetros por hora. Caso o automóvel puxe mais para um dos lados, significa que está desalinhado. Se a direção estiver vibrando, pode ser que as rodas estejam desalinhadas.

4. Filtros

Os filtros são itens indispensáveis na revisão. E há vários deles! No motor, existe o filtro de ar, que barra as partículas que prejudicam as peças do sistema. Sem esse filtro, o motor jamais teria um bom desempenho, sofrendo muito desgaste. Então, é importante fazer a substituição do filtro no tempo certo para que ele não perca a sua capacidade.

O filtro de combustível é outro componente importante. Ele tem a função de impedir que as partículas de sujeira que se encontram no tanque de combustível passem para o motor. Ele deve ser trocado a cada 10 ou 15 mil quilômetros rodados para que continue sendo eficaz na proteção do motor.

Por fim, é preciso ficar atento também ao filtro de ar-condicionado. Afinal, é ele que vai garantir a limpeza do ar dentro do automóvel e, portanto, a saúde dos ocupantes.

5. Luzes e faróis

Já imaginou se uma luz do veículo não funcionar? Pode ser muito perigoso! Por isso, é fundamental verificar luzes de ré, de faróis, de piscas e de freio. É bem prático descobrir se está faltando regulação em algum farol, mas é muito mais complicado perceber que uma lanterna traseira está quebrada ou queimada, por exemplo. Além de envolver a segurança do condutor e dos passageiros, dirigir com as luzes queimadas é uma infração e pode causar multa

Agora que você já conhece os itens de revisão de veículos que devem ser observados, não deixe de fazer a manutenção preventiva. Programe-se para fazê-la sempre a cada 6 meses ou a cada 10 mil quilômetros rodados. E, claro, conte com o trabalho de profissionais qualificados e confiáveis!

Gostou do texto? Quer continuar aprendendo em nosso blog? Então aproveite para conhecer as 5 atitudes que podem ajudar você a economizar combustível!

Posts relacionados

Deixe um comentário