Saiba quais são os acidentes de moto mais comuns e como evitá-los

3 minutos para ler

O Brasil é um dos países com mais ocorrências fatais no trânsito, que acontecem com todos os tipos de veículos e também com pedestres. Tal fato só reforça a importância de adotar algumas atitudes estratégicas para evitar esse trágico destino para tantas pessoas. Diante dessa realidade, saber quais são os acidentes de moto mais comuns pode ser de grande valia.

Existem algumas situações que são oriundas de descuidos dos condutores ou até mesmo da ausência da manutenção preventiva, mas que poderiam ser minimizadas, tornando o tráfego um pouco mais tranquilo para todos os cidadãos. Confira o conteúdo a seguir e aprenda mais sobre esse tema!

Colisões frontais

As colisões frontais estão entre os acidentes de trânsito que mais afetam condutores de todos os tipos, e por isso mesmo é fundamental adotar alguns cuidados para evitar esse tipo de situação. Geralmente, a colisão frontal ocorre quando há uma ultrapassagem, o que faz com que seja imprescindível respeitar a sinalização da pista.

Ultrapassar com segurança também requer muita habilidade e experiência para perceber a velocidade e a distância que precisam ser vencidas, pela capacidade da sua própria motocicleta. Jamais se arrisque se estiver se aproximando de uma curva, de cruzamentos ou de declives na estrada.

Já nos grandes centros urbanos, o segredo é se concentrar no que vem adiante do carro da frente e não no que está atrás, conduzindo defensivamente. Assim, você se antecipa a possíveis imprevistos e evita ficar vulnerável, visto que você pode estar no ponto cego do retrovisor, especialmente no caso de automóveis maiores.

Derrapagens

Definitivamente, as derrapagens estão entre os acidentes de moto mais comuns e, para evitá-las, algumas atitudes são muito importantes. Fugir de pneus carecas ajuda não apenas a evitar multas de trânsito, como também garante mais estabilidade e reduz as chances de perder o controle, especialmente em dias de chuva ou com óleo na pista.

Estilhaços e combustível derramado, por exemplo, são bem perigosos. E, mais uma vez, é altamente recomendável respeitar os limites de velocidade e manter uma distância de frenagem, pois situações em que os veículos à frente param bruscamente ou mudam de direção sem qualquer indicação podem deixá-lo bastante suscetível a derrapar.

Perda de controle

Por fim, a perda de controle é outra situação bastante indesejável para um motociclista. Para evitar que isso aconteça por uma falha do veículo, a manutenção preventiva é muito importante, sendo que você deve dar atenção especial para a parte mecânica e a elétrica, além dos freios e da suspensão.

Caso você esteja muito cansado ou precise tomar algum medicamento que cause sonolência ou diminuição dos reflexos, a melhor escolha é deixar as chaves em casa e usar um táxi ou o transporte público. Da mesma maneira, evite dar uma olhadinha nas mensagens do celular, pois um segundo de descuido pode ser fatal.

Como você pôde ver, boa parte dos acidentes de moto mais comuns são totalmente evitáveis se o condutor adotar algumas medidas preventivas.

Gostou de conhecer quais são os acidentes de moto mais comuns? Então confira também nosso artigo sobre como fazer a manutenção preventiva de sua moto.

Posts relacionados

Deixe um comentário