Veja como viajar com pet de forma segura e tranquila

4 minutos para ler

Planejando viajar com pet? Há uma série de dicas que podem ajudá-lo a fazer com que longas jornadas no carro sejam mais agradáveis para o animal e despreocupadas para o dono.

Muitas vezes, as viagens de carro são as mais acessíveis para quem planeja transportar muitas coisas, mas levar o animal de estimação pode causar dores de cabeça se você não tomar as devidas precauções.

Confira, no guia que preparamos, quais são os passos fundamentais para viajar com seu pet sem preocupação!

Faça uma visita ao veterinário

O primeiro passo para quem quer viajar com o pet sem dores de cabeça é uma visita ao veterinário. O profissional verificará a carteira de vacinação do animal, se ele está com a saúde em dia e se há necessidades especiais que o dono deve considerar ao fazer as malas.

Informe o período da viagem, quantas horas o seu bichinho passará no carro e outros detalhes para que o doutor veja se o passeio é viável e recomendável para o seu animal de estimação.

Escolha uma boa caixa de transporte

Embora cachorros possam passear em perímetro urbano e em curtas distâncias soltos no banco do carro, as viagens são bem diferentes. O animal estará mais seguro se for transportado em uma caixa de dimensões adequadas para o seu porte.

No caso dos gatos, a caixa é obrigatória, mesmo nas voltinhas de carro, já que o animal pode se mover e se esconder embaixo do banco do motorista, aumentando o risco para si próprio e para quem dirige.

Visite um pet shop com o seu animal se não souber qual o tamanho da caixa de transporte mais recomendado para ele. Em caso de aquisições on-line, faça a compra com antecedência para poder trocar o produto se ele não for adequado às suas necessidades.

cote-seguro-auto-whatsapp

Confira os cintos de segurança

Pet usa cinto de segurança? A resposta é sim. As caixas de transporte e de viagem contam com espaços específicos para passar o cinto de segurança do carro e mantê-las seguras em caso de colisão ou freiadas bruscas.

Verifique se a sua caixa de transporte é compatível com os cintos do carro e faça um teste antes do dia de viajar. Assim, você terá mais tranquilidade para transportar o seu bichinho.

Faça paradas ao longo do caminho

Animais são como crianças em alguns aspectos. Dessa forma, precisam de descanso periódico nas viagens mais longas. As paradas são uma oportunidade para o seu pet beber água e fazer as necessidades sem sujar o carro. Por isso, programe algumas delas ao longo da sua jornada.

Suspenda a alimentação do animal

Uma dica excelente para quem vai fazer uma viagem longa é suspender a alimentação do animal por, pelo menos, 4 horas antes de sair do ponto de partida. Isso permitirá que ele faça a digestão e suas necessidades, além de ajudar a evitar enjoos que podem tornam a viagem com o pet mais cansativa.

Na consulta com o veterinário, pergunte se essas 4 horas de jejum são o suficiente para o seu pet. Algumas raças de cães e gatos podem demandar mais ou menos tempo de acordo com seus portes.

Fique de olho no ar-condicionado

Por último, não se esqueça de que você está transportando o seu melhor amigo com o resto da família. Ainda que o ar-condicionado gelado seja agradável para os humanos, ele pode ser forte demais para o animal e causar ainda mais desconforto durante o passeio. Por isso, mantenha o carro em uma temperatura amena, nem frio nem quente demais.

Para tornar a sua viagem com o seu pet ainda mais tranquila, contar com um seguro auto é a melhor alternativa. Assim, você protege tudo o que ama e faz a sua jornada com tranquilidade, conforto e segurança.

Agora que você já sabe tudo para viajar com pet sem dores de cabeça, só falta contratar uma apólice para tornar o seu passeio ainda mais prazeroso. Entre em contato com a nossa equipe agora mesmo e conheça as opções para o seu perfil!

Posts relacionados

Deixe um comentário