Entenda como funcionam os seguros para carros e suas vantagens

4 minutos para ler

O seguro obrigatório para carros (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre – DPVAT) é anualmente cobrado, de maneira que o proprietário do veículo passa a obter o benefício quando paga a primeira parcela ou a cota única do IPVA.

Vale dizer que o DPVAT é destinado a indenizar apenas vítimas de acidentes de trânsito.

Por isso, ainda há outros seguros importantes para carros que o proprietário deve considerar. E poderá contratar, a fim de dirigir com mais segurança e confiança. Veja como os seguros para carros funcionam e quais são as vantagens em adquiri-los!

O funcionamento dos seguros para carros

O seguro garante que o motorista do veículo, os passageiros e também os transeuntes da via ou outras pessoas, chamadas de terceiros, fiquem protegidas de diferentes situações de riscos (acidentes ou sinistros).

Os seguros para carros são realizados por meio de um corretor de seguros. O proprietário do veículo contrata determinada seguradora e paga (mensalmente ou em uma vez) um valor específico correlativo ao prêmio do seguro.

O contrato define que a seguradora tem a responsabilidade de pagar ao proprietário do carro uma indenização em casos de sinistro, que estão previstos na apólice.

As diferentes coberturas e o valor da indenização

Cobertura é o tipo de sinistro que o seguro cobre. Existem seguros com diferentes coberturas: roubo; furto; colisão; incêndio, alagamento; fenômenos naturais diversos; outros problemas. O seguro também disponibiliza assistência 24 horas, envolvendo reboque e chaveiro para o caso de incidentes com a chave do veículo.

A cobertura de APP (Acidentes Pessoais e Passageiros) protege os usuários do veículo em casos de morte e invalidez.

Já a cobertura de terceiros serve para proteger em casos de danos materiais e corporais se acontecerem acidentes envolvendo terceiros.

O valor da indenização dos seguros para carros varia conforme a perda seja parcial ou total.

Em perdas parciais (há a possibilidade de conserto do carro), o proprietário assume a franquia (valor que a apólice não cobre) e a seguradora se compromete em pagar o resto do conserto.

Em perdas totais, não há franquia, sendo a seguradora responsável por assumir o custo total do sinistro.

Seja em uma, seja em outra, a seguradora exige certa documentação como: BO (boletim de ocorrência); documentos pessoais do motorista; documentos do carro. Entregue toda a documentação exigida, a seguradora tem até 30 dias para indenizar.

cote-seguro-auto-whatsapp

Os cuidados com a seguradora e o pagamento

Além de escolher com cuidado o tipo de seguro e sua cobertura, o proprietário só deve realizar seguro com um corretor especializado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão nacional que regula o setor de seguros.

Pergunte ao corretor ou a familiares e amigos indicações de uma boa seguradora, que também seja regulada pela Susep. Considere critérios como: rapidez na liquidação do sinistro e na indenização, agilidade da assistência 24 horas, custo-benefício e outros pontos.

Quanto ao pagamento, o segurado deve evitar atrasos ou inadimplência, pois a falta de pagamento pode resultar na perda do seguro (cancelamento do contrato). Sempre que tiver problemas com o pagamento, procure seu corretor para que ele regularize logo sua situação.

As vantagens em contratar seguros para carros

Conheça agora alguns benefícios que os seguros para carros vão proporcionar:

  • ressarcimento em diferentes casos de sinistro;
  • contribuição em consertos (mais economia);
  • assistência 24 horas;
  • descontos em diferentes oficinas e na aquisição de determinadas peças em lojas parceiras da seguradora;
  • mais tranquilidade para guiar o carro tanto em centros urbanos quanto em viagens, sejam longas ou curtas;
  • mais segurança para o motorista, os passageiros e terceiros.

Gostou do post? Está pensando em contratar seguros para carros? Entre em contato com a Caiuás Seguros e conheça os tipos de seguros e coberturas que ela oferece.

Posts relacionados

Deixe um comentário