Seguro de fiança locatícia: saiba o que é e como funciona!

3 minutos para ler

Sabemos que são muitas as burocracias de se alugar uma casa. Se a imobiliária exige um fiador, esse problema se torna ainda maior, principalmente se o interessado em alugar tiver mudado de cidade — afinal, ele não terá nenhum amigo ou parente por perto para lhe ajudar.

Quando contar com um fiador não é uma opção viável, é preciso investir em outra possibilidade de garantia que seja aceita pela imobiliária, além, é claro, de amparada pela Lei do Inquilinato. E é aqui que entra o seguro de fiança locatícia.

Então, quer saber como funciona esse tipo de seguro e conhecer as suas principais vantagens? Continue acompanhando esta leitura!

Como funciona o seguro de fiança locatícia?

De fato, essa é uma das modalidades de garantia que está prevista na Lei do Inquilinato. Ela é contratada a partir de uma apólice de seguro, na qual o locatário é assegurado pela Seguradora, sendo que o locador é o único beneficiário e segurado do seguro.

Antes de qualquer coisa, o interessado vai se habilitar junto à seguradora por meio de uma avaliação cadastral. Apenas quando esse cadastro for aprovado, pode-se formalizar o contrato. Então, ao apresentar o pagamento do prêmio do seguro e o contrato de locação, a apólice é emitida.

A lógica do seguro de fiança locatícia é simples: em caso de não pagamento por parte do inquilino, o locador terá garantido os encargos previstos na apólice e o recebimento dos aluguéis, durante todo o processo da ação de despejo. Em outras palavras, se for preciso acionar o seguro devido a alguma inadimplência, a seguradora fará o pagamento dos valores em aberto, buscando depois o ressarcimento da indenização com o inquilino.

Quais são as vantagens desse seguro para o inquilino?

Você já ouviu dizer que um negócio só é vantajoso quando beneficia ambas as partes? Pois esse é caso do seguro de fiança locatícia: tanto o inquilino quanto a imobiliária e os proprietários têm vantagens! Confira algumas delas:

  • possibilidade de contar com assistência jurídica;
  • descontos progressivos com renovação;
  • eliminação do risco de fiadores profissionais;
  • mais agilidade e praticidade no processo de locação, pois elimina-se o constrangimento de buscar amigos ou ter que solicitar um fiador;
  • possibilidade de parcelar o custo do seguro;
  • serviços de reparos emergenciais;
  • parcelamento do prêmio.

Por que é importante fazer um seguro?

Além de garantir o pagamento em casos de inadimplência quanto aos encargos e aluguéis, o seguro de fiança locatícia prevê a possibilidade de contratar uma cobertura para os danos à casa — de forma opcional, é claro. Além disso, são cobertas as despesas judiciais também.

Com tudo isso, o proprietário garante que receberá os aluguéis sempre em dia, poupando o inquilino do trabalho de buscar um fiador. Inclusive, vale aqui uma dica: esse seguro é uma excelente alternativa quando o custo fica dentro do seu orçamento, e quando há a possibilidade de fazer o parcelamento!

Lembre-se, contudo, de que a contratação precisa ser realizada com a ajuda de uma empresa que tenha credibilidade no mercado. O auxílio de uma corretora de seguros é fundamental nesse sentido, mesmo que a locação esteja sendo realizada a partir de uma imobiliária ou diretamente com o proprietário.

Enfim, gostou da leitura? Agora que já entende como funciona o seguro de fiança locatícia, não perca mais tempo e entre em contato conosco para garantir essa modalidade de garantia!

Posts relacionados

Deixe um comentário