Como funciona a cobertura de vidros no seguro? Entenda!

4 minutos para ler

Você já se perguntou como funciona a cobertura de vidros no seguro? Ao fazer a contratação de um seguro para o seu carro, é fundamental optar pela proteção que é capaz de suprir as suas necessidades e garantir tranquilidade.

Por isso, antes de fechar sua apólice, é necessário identificar quais são as proteções que o seu veículo precisa para adicioná-las, sendo que uma das mais úteis e que pode evitar grandes prejuízos é a de danos aos vidros.

Se você tem interesse pelo assunto e deseja descobrir como funciona a cobertura de vidros no seguro, continue a leitura deste post que vamos apresentar os principais pontos. Não perca!

Por que é importante acrescentar a cobertura de vidros no seguro?

De maneira geral, os vidros de todos os veículos estão sujeitos à quebra de maneira frequente, uma vez que tanto em caso de acidente quanto em pequenas ocorrências do dia a dia eles podem sofrer algum tipo de dano.

É o caso, por exemplo, de uma chuva de granizo, uma pedra que atinja o para-brisa na estrada, queda de um galho de árvore, furto ou roubo, entre outras situações que podem quebrar ou trincar o vidro. Nessas situações, o valor do reparo não costuma ser o suficiente para acionar o seguro em sua totalidade.

Justamente por essa razão, é relevante acrescentar a cobertura a vidros no seguro do carro, uma vez que com uma cobertura básica de seguro, os vidros do veículo apenas estarão cobertos em caso de perda total ou perda parcial em que o valor do conserto seja maior que o valor da franquia.

Já para problemas corriqueiros, como os que citamos, que façam com que o vidro precise de trocas ou reparos, é preciso contar com a cobertura adicional de danos a vidros que permite, em caso de um sinistro, a troca de vidros e outros componentes, de acordo com o plano contratado.

Como funciona a cobertura de vidros no seguro?

Como vimos, a cobertura de vidros no seguro é feita para o reparo ou troca nos vidros do veículo. Existem modalidades que não exigem franquia e, nesse caso, costuma haver apenas um acréscimo no valor no momento da contratação do seguro.

Já em outras modalidades, se for preciso trocar o vidro, o segurado deve pagar a franquia que, por sua vez, é distinta da do seguro completo e apresenta um valor muito mais baixo. Ou seja, ao ter um seguro para o carro e uma cobertura para vidros de carros, o seu contrato conta com previsão de duas franquias diferentes.

Em ambos os casos, o serviço de conserto precisa ser feito em uma oficina indicada pela seguradora. Caso contrário, o proprietário do veículo deve arcar com o valor por conta própria. Todas as regras relacionadas a coberturas adicionais, como de vidros, faróis, lanternas etc., devem estar descritas na apólice e podem variar conforme a seguradora.

Dessa maneira, com a cobertura adicional, é possível acionar a seguradora quando pequenos problemas ocorrem e a empresa deve arcar com o conserto dos vidros normalmente — o que é fundamental para o conforto do motorista e para manter o veículo valorizado.

cote seguro auto pelo whatsapp

Como é a cobertura de vidros em carros blindados?

As coberturas de vidro básicas costumam cobrir componentes como vidros laterais e traseiros, faróis, lanternas e o para-brisa. Já as coberturas completas contemplam ainda mais itens como faróis de led ou xenon, vidros blindados, se o carro for blindado, entre outras.

Dessa maneira, é possível, sim, adquirir a cobertura de vidros no seguro para danos causados a um vidro blindado, desde que essa condição esteja expressamente especificada na apólice do seguro.

Agora que você já sabe como funciona a cobertura de vidros no seguro, deve ter percebido a sua importância, não é mesmo?! Afinal, ela ajuda a evitar problemas, tornando o reparo ou a troca desse componente seja muito mais simples e menos custosa.

Se você deseja fazer uma cotação e verificar quanto custar contar com a cobertura de vidros no seguro de seu veículo, entre em contato conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário