Como funciona o seguro auto para carro alienado? Entenda mais

4 minutos para ler

Seguro auto para carro alienado vale a pena? É responsabilidade do condutor contratar essa modalidade de seguro? Como funciona o pagamento da apólice?

É comum que muitas dúvidas apareçam quando o assunto é seguro auto para veículos alienados. Por isso, preparamos um guia para ajudá-lo a entender as particularidades dessa modalidade de seguro e o que fazer para ficar protegido. Confira!

O que é um carro alienado?

Para entender melhor como funciona o seguro para carro alienado, precisamos primeiro entender o conceito. Um carro alienado é aquele que está sendo pago em parcelas, seja com ajuda de um banco ou de uma financeira. Esse carro está “alienado” para a instituição com a qual você fez negócio, ou seja, embora de uso próprio do motorista, ainda não é completamente dele.

Há vários modelos de transações que resultam em um carro alienado, como o leasing e a carta de crédito. Enquanto há parcelas para pagar, o carro continua alienado em nome da empresa que ofereceu o crédito e funciona como garantia.

É possível contratar seguro auto para carro alienado?

Seguro auto para carro alienado não apenas é uma possibilidade, mas também é um serviço muito fácil de contratar. Há apenas algumas diferenças sutis na apólice oferecida para os clientes: enquanto um carro é alienado, a relação precisa envolver o agente financeiro.

Se houver sinistro, a indenização é paga também de maneira diferente. Confira abaixo o que muda!

Perda parcial do veículo alienado

Em caso de perda parcial do veículo — quando os custos do reparo são menores que 75% do valor do carro — o alienado recebe uma parte dos custos para o reparo (aquela que é superior à franquia).

Nesse caso, o usuário do veículo paga pela franquia e o valor restante é pago pelo seguro.

Perda total do veículo alienado

Outro exemplo é quando há perda total dos veículos financiados e com seguro. Nesse caso, a indenização é paga pela seguradora quando há perda maior do que 75% do valor do automóvel, quando ele é roubado ou furtado e não há conserto a se fazer.

A franquia geralmente é dispensada e a regra para pagamento de indenização integral segue os seguintes moldes:

Quitação do financiamento

O consumidor tem a opção de pagar todo o financiamento e receber a indenização integral da seguradora.

Seguradora efetua pagamento

Se as prestações têm valor menor que a indenização, a empresa pode usar a indenização para quitar o financiamento e destinar o saldo da indenização ao segurado.

Substituindo o bem

A terceira opção, caso não consiga pagar o restante do bem financiado por conta própria ou com ajuda da seguradora, é substituir o bem, adquirindo um novo carro para a instituição financeira, que será alienado no lugar do anterior.

cote-seguro-auto-whatsapp

Vale a pena segurar carro alienado?

Muitos proprietários consideram que, se o bem não está no nome deles não é sua responsabilidade segurar. Só que o que eles desconsideram é que a dívida de um acidente com o carro alienado é responsabilidade do usuário do veículo. Portanto, o seguro é uma forma de se proteger financeiramente e não um gasto.

Fazer um seguro auto para carro alienado o ajudará a rodar por aí tranquilo com a garantia de que não perderá dinheiro ao financiar o seu carro com ajuda de banco ou financeira e sofrer um acidente ou imprevisto.

Gostou de aprender tudo sobre o seguro auto para carro alienado? Ficou com alguma dúvida? Fale agora mesmo com os especialistas da Caiuás Seguros. Estamos sempre dispostos a ajudar!

Posts relacionados

Deixe um comentário