Tire suas dúvidas sobre franquia de seguro de carro

4 minutos para ler

Se você já viu o processo que vem depois de uma batida de carro, sabe que é uma bela sequência de tarefas, muitas vezes não tão fáceis de entender! É acionar a seguradora, é conserto de veículo, é valor de franquia…

Que tal falarmos hoje sobre esta última? Neste post, você vai aprender tudo o que precisa sobre o que é e como funcionam as franquias de seguro. Confira!

O que é franquia?

A franquia é um valor obrigatório e fixo, cobrado pela seguradora, para consertar o seu carro.

Em tese, a franquia existe para que você não dirija de forma descuidada, já que a sua seguradora arcará com qualquer despesa eventual. É também uma forma de resguardo para a empresa de seguros, que não vai ser acionada por qualquer pequena avaria no seu carro.

O valor da franquia consta no contrato da sua apólice de seguro. Na hora de pedir cotações de seguros, você precisa ficar atento para o tipo da franquia e o seu valor.

Basicamente, quanto mais barato for o seguro, mais cara é a franquia e vice-versa. Por isso, é importante comparar propostas.

Como funcionam as franquias de seguro?

Antes de acionar o seu seguro, o primeiro passo é levar o veículo a uma oficina mecânica ou concessionária indicada pela seguradora. Em um desses locais, será realizado um orçamento do conserto.

renovar a CNHSe o valor desse orçamento for menor do que a franquia, você deve pagar por tudo, sem acionar a seguradora. Se for maior, você assume o valor da franquia e a seguradora arca com todo o custo restante.

Por exemplo: o valor da sua franquia é de R$ 1.500, mas o valor do conserto do veículo ficou em R$ 5.000. Nesse caso, você paga os R$ 1.500 e o restante será assumido pela seguradora.

Em outras palavras, a franquia representa o valor máximo que você deve pagar, para qualquer conserto. O pagamento da franquia é realizado diretamente para a oficina mecânica ou concessionária. Normalmente esse pagamento é facilitado, possibilitando o parcelamento no cartão de crédito etc.

Quais são os tipos de franquia existentes?

No mercado, existem três tipos de pacotes. Procure saber quais os custos de cada um, compare as propostas e decida qual atende melhor ao seu perfil e interesse.

Franquia básica ou normal

Neste tipo, você paga menos no seguro. Porém, o custo da franquia é relativamente alto. Só valerá a pena você acionar a seguradora, se o valor do conserto do seu carro for mais elevado.

Franquia reduzida

Nessa modalidade, o valor da franquia é mais barato — geralmente, metade do valor de uma franquia normal. Apesar de aumentar um pouco o valor do seguro, é a mais recomendada pelos especialistas.

Franquia ampliada ou majorada

Essa franquia deixa o seguro mais barato. No entanto, são pouco contratadas, pois quando é necessário acionar a seguradora, o preço da franquia é altíssimo. Geralmente, o dobro do valor de uma franquia normal.

Qual franquia escolher?

Depende de você! Se preferir gastar menos no valor total do seguro, sabendo que pagará mais para usá-lo, caso bata o carro, escolha a franquia normal.

Porém, se você acha vantajoso gastar mais no seguro, para usar a franquia com maior frequência, a reduzida é a opção ideal.

Em que casos não há pagamento de franquia?

Se a soma dos valores de reparos for maior que 75% do valor do seu veículo (de acordo com a tabela FIPE), a seguradora considera que houve uma perda total. Nesse caso, ela arca com 100% da indenização.

Também não há franquia se o seu veículo for roubado e não encontrado — a seguradora se responsabiliza por toda a restituição. Serviços como reboques e carros reservas também não possuem franquia.

Você também não paga a franquia quando é culpado por um acidente e aciona o seu seguro para consertar o carro de um terceiro. Porém, esse serviço não deve ultrapassar o valor definido em contrato, para coberturas desse tipo.

Com este post, deu para entender como funcionam as franquias de seguro? Caso ainda tenha ficado alguma dúvida, escreva nos comentários e a gente responde!

Posts relacionados

Deixe um comentário